COM A PALAVRA, O SR. SILÊNCIO ENSURDECEDOR

Ao longo dos últimos dois meses algumas coisas mudaram em minha vida. Porém, eu continuo o mesmo, treinando forte, me dedicando à minha família, aos amigos e ao esporte.

Como é de conhecimento público, em fevereiro fui convidado a treinar também, sempre que possível, com os atletas do PRO 16.

Desde o início, com o devido respeito procurei esclarecer aos Diretores do ECP (Esporte Clube Pinheiros) de como poderíamos administrar esta nova situação para mim e que é usual e costumeira para o clube.

Por questões particulares o clube disse não. Respeito tal decisão e entendi que era o fim da linha.

Saibam que no início de janeiro de 2011, tive propostas de outros clubes, entretanto optei seguir junto com o glorioso #1 ECP.

Quanto às minhas responsabilidades contratuais que tenho firmado com o clube, digo que cumpri com todas as cláusulas por mim assumidas, e insistentemente tenho buscado o entendimento de forma consensual ao que tínhamos firmado.

Como até 23 de março de 2011 o clube não se dignou a me responder as várias correspondências que lhes enviei, nesta mesma data protocolei ao Ilmo. Sr. Presidente do ECP a minha carta e que apresento partes do seu último trecho:

                                                                                 São Paulo, 23 de março de 2011

  Ao Ilmo Sr. __ – Presidente do ECP

          “Considerando o seu silêncio e tudo que foi por mim exposto… e sendo assim ‘declaro’ a V Sa. que o contrato está encerrado.”

             Atenciosamente … 

                                                                   …. assina meu procurador

Leonardo de Deus

 

 

About the Author

By leogdeus / Administrator on Mar 25, 2011

No Comments

Leave a Reply