Corinthians Campeão do Troféu Maria Lenk 2014

ml-11

O que dizer de sábado?

M-U-I-T-O        F-E-L-I-Z!!!!

Para fechar o sábado com chave de ouro(s) venci minha terceira prova individual os 200m costas com um bom tempo, 01m58s58 (22º Ranking Mundial da FINA) e como treinamos juntos, o Fernando Ernesto meu companheiro de clube, na segunda colocação ficou com a prata. Em seguida, numa correria frenética entre soltura, entrevistas e premiação, já corri para o bloco de partida para abrir o revezamento 4×100 medley e nadar o 100m costas. A medalha de prata no Rev. até que foi um resultado bacana em função do nosso tempo na prova de 3m38s11, onde o Pinheiros venceu e o bronze foi para a equipe do Minas.

Confesso a vocês que no meu último dia de competição o cansaço bateu, principalmente, porque na sexta-feira nadei muito forte a eliminatória e a final dos 400m livre. E valeu muito, considerando que depois de 7 anos bati o Recorde Brasileiro Absoluto e nadei pela primeira vez na história da nossa natação na casa dos 3m50s90, o que me valeu a 26ª colocação, até o momento, no Ranking Mundial da FINA.

Outra alegria veio com o Troféu Eficiência pelas 3 vitórias (200m borboleta, 200m costas, 400m livre e um 4º lugar) em que somei 160 pontos para o Corinthians. Nosso objetivo maior era vencer a competição absoluta e foi a nossa primeira vez como Troféu Maria Lenk, 2875,50 pontos (antes a competição era chamada de Troféu Brasil).

Tudo isso foi reflexo do nosso trabalho, da dedicação de nós atletas e dos profissionais que nos orientam nas diversas áreas da nutrição, da preparação física, da medicina, da pisicologia, da biomecânica, enfim de tudo que nos cerca….

Quero agradecer e parabenizar toda a comissão técnica do Corinthians, porque nossa vitória não foi só conquistada por quem estava na piscina, mas por vocês, que ficam nos bastidores, desde o Presidente do nosso Clube, piscineiros,  família e torcida. Parabéns a cada atleta do Corinthians que pulou na piscina e deu o seu melhor, fez tudo o que podia e cavou ponto a ponto essa conquista.

Ah, o Matheus Santana, do UniSanta, supreendeu e fez história. Com o tempo de 48s85, nas eliminatórias, e 48s61, na final, quebrou o recorde mundial júnior 2 vezes nos 100m livre e o Cesão e fez o terceiro melhor tempo do mundo. Sensacional!

Obrigado a todos que assistiram, vieram ao parque aquático e torceram pela natação brasileira.

Por fim, fizemos história!  Curamos uma ressaca que já durava 48 anos e eu estou MUITO feliz de fazer parte deste momento e de ter contribuido para esta vitória.

AQUI É CORINTHIANS!!!!!!

As imagens falam mais do que qualquer palavras.

Abração, Leo de Deus

ml5

 

 

 

Foto: Satiro Sodré/SS Press

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=sdfiXxdCFyc[/youtube]

 

About the Author

By leogdeus / Administrator on Abr 27, 2014

No Comments

Leave a Reply