Dark Horse – O Prognóstico do Azarão

Um dia desses, uma semana antes de embarcar para a Austrália e disputar o PanPacífico, eu assistia a um programa esportivo e nele comentavam sobre projeções dos possíveis resultados para a Olimpíada do RIO2016.  No contexto, falavam das boas chances nos 50m  e 100m livres, nos 200m e 400m medley, no revezamento 4x100m livres e não citavam nenhuma outra prova.

DSC_0531

Da mesma maneira, naquela mesma semana antes do PanPacífico a Magazine Word, uma das revistas mais especializadas no segmento dos esportes aquáticos no mundo, também fazia seu prognóstico da competição que estava para acontecer e, nos 200 borboleta, eles não me apontavam entre os medalhistas, porém diziam que eu era uma incógnita e um forte candidato, e encerravam a matéria me intitulando de Dark Horse, que é uma expressão muito usada na língua inglesa do tipo….Cavalo Azarão. Realmente até que eles foram prudentes e não erraram tanto nas previsões, e como prognosticavam como azarão cheguei bem pertinho do ouro, e garantido a medalha de prata com o sexto tempo no ranking mundial da FINA, 1m 55seg 28.

A importância dos meus resultados se reveste em eu ter nadado em duas vezes, no mesmo dia na casa do 1min 55seg, coisa que poucos fisiologicamente e psicologicamente podem fazer. E isso acende a luz no fim do túnel e me dá o direito em dizer que, para as competições em 2015 e 2016, também existem boas chances nos 200m borboleta para o Brasil. E por falar nisso, é fato que o Matheus Santana já é uma realidade no cenário da renovação de nadadores brasileiros, porém também o Luiz Altamir vejo como um promissor companheiro na minha prova principal, apesar que tem junior já nadando na casa do 1m55seg 92.

DSC_0081

A partir de agora, com braçadas ousadas sei que é possível algo mais, e que no meu trabalho ainda preciso de um pouco mais, porém até 2016 muita coisa tem para acontecer e fazer.

Vejo que muitas das vezes é até melhor entrar como um Dark Horse (aquele cavalo azarão que surpreende a todos) a ter a certeza que não se sustenta.

DSC_0107

A verdade é que eu trabalhei muito para mudar o cenário, e os meus 200m borboleta entraram de vez nas possibilidades e eu sou prova disso, podem escrever.

Abraço,

Leo de Deus

 

About the Author

By leogdeus / Administrator on Ago 28, 2014

No Comments

Leave a Reply