Virando a página…

DSC_0733

 

Fala galera…

 

Chegamos ao final do Mundial de Desportos Aquáticos de Kazan 2015 com um bom resultado para o Brasil, mas longe do que poderíamos ter realizado. Com 2 competições em continentes diferentes e com fusos horários de quase 10 horas e 3 longas viagens + tempos de aeroporto foi difícil manter tudo que envolve um resultado de alta performance, tal como a parte física e, no meu caso, com o polimento para o Mundial, meu resultado, como o de muitos outros atletas brasileiros ficaram comprometidos.

 

Todo Mundial é um show. De organização, de segurança e na prática esportiva. Vários Recordes Mundiais Júniores foram quebrados e também alguns outros recorde mundiais da “Era Traje”, o que é MUITO legal, pois mostra como o corpo humano e o esporte evoluem. Algumas provas estavam mais “tranquilas” do que outras quando comparamos com o Mundial de Barcelona – 2013.

 

O Brasil esteve presente em muitas semi-finais e algumas finais e deixo aqui o meu PARABÉNS especial aos medalhistas: Nicolas do Santos – 50m borboleta, Etiene Medeiros – 50m costas, Thiago Pereira – 200m medley e Bruno Fratus – 50m livre. Ainda tivemos a classificação histórica paras a Olimpíadas do revezamento 4 x 200m feminino.

 

Apesar deste resultado bacana, poderíamos ter feito MUITO mais. Eu, por exemplo, tive alguns problemas no dia 200m borboleta. Para quem acompanhou, na eliminatória, minha bermuda rasgou faltando apenas (vejam bem, APENAS) 6 minutos para eu subir no bloco. De tarde, outro drama, entrou água no traje e acabei nadando toda a prova de 200m com uma sensação horrível o que acabou me desconcentrando, errei 2 viradas e o nado não encaixou, terminei a prova em 9º – com um tempo muito longe do melhor que eu poderia fazer. Como sempre, os 200m costas, me traz boas surpresas e, desta vez não foi diferente. Não treinei nada de costas o ano inteiro e cheguei aqui e nadei 2x para 1:57, acho que os astros estão me mandando um recado: Leonardooooo, dê uma chance nos 200m costas!! rssssss

 

Apesar de tudo, foi uma competição bacana, a piscina é absurdamente animal. Um ponto negativo: acho que a piscina de aquecimento estava muito fria e vento atrapalhava ainda mais. Algumas coisas não saíram conforme o planejamento, mas como eu disse no meu instagram “O êxito da vida não se mede pelo caminho que você conquistou, mas sim pelas dificuldades que superou no caminho”, Abraham Lincoln. Fica aqui a lição de levantarmos a cabeça e seguirmos em frente. Estamos há pouco menos de 1 ano para as Olimpíadas e preciso agora repensar em algumas coisas do trabalho e fazer melhor. Se treinei muito, preciso treinar mais, se puxei muito ferro, tenho que puxar mais, se eu estive focado, tenho que focar mais e assim ir em busca da superação, da melhora.

 

Que para 2016 façamos um planejamento mais eficiente e vantajoso para nós atletas, visando trazer mais medalhas e marcas para as Olimpíadas.

 

Bom, é vida que segue… Na semana que vem teremos o Troféu Finkel, em São Paulo. Quem estiver por SP, está mais do que convidado para acompanhar a competição que acontecerá no Clube Pinheiros, que está de piscina nova.

 

É isso galera, MUITO OBRIGADO por toda a torcida e apoio. Eu vou fazer ainda mais para que tenhamos um Brasil alegre, como tivemos nos Jogos Pan-Americanos.. Vamos para cima!!!!

 

Abração

 

Leo de Deus

About the Author

By leogdeus / Administrator on Ago 08, 2015

No Comments

Leave a Reply